Peça teatral ‘As Domésticas’ promete gargalhadas no Teatro das Bacabeiras, em Macapá

Por Paula Monteiro, do Portal Amazônia


Engana-se quem pensa que só pescador é que tem boas histórias para contar. Outra profissão que rende muito assunto é a de empregada doméstica. As curiosidades e causos do dia a dia das ‘secretárias do lar’ ganharam um versão bem humorada com o espetáculo teatral ‘As Domésticas’. Com nova roupagem, a peça ficará em cartaz nos dias 20 e 21 de maio no Teatro das Bacabeiras, localizado na localizado na Rua Cândido Mendes, s/n, Centro da capital. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

‘As Domésticas’ revelam os bastidores do cotidiano de quatro mulheres ligadas ao trabalho e a suas patroas: Dalvinha, a mais jovem, apresenta-se como a dondoca, a mais rebelde das empregadas e seguidora das novas tendências do mundo contemporâneo, tendo como patroa a Dona Cristofálica que lhe paga salário dobrado, ou seja, de dois em dois meses. A Fatinha tem um espírito de liderança, sempre aprontando para cima das amigas. É metida a intelectual, mas vive decorando tudo errado com um português mal conjugado na ponta da língua. Sua patroa é Bárbara Heliodora, uma megera de patroa, seguidora de um regime extremista, privando a Fatinha de entrar na onda da fome.

Já a Maguinha é metida a socialista do grupo. Decorou todas as citações do Karl Marx, por compartilhar diariamente com sua patroa, Sonia Gafrom, socióloga e admiradora do Marx. Por fim a Doidinha, avessa às convenções completamente despolitizada é o xodó das amigas. Vive de longas aventuras amorosas e sua patroa é a japonesa radicada no Brasil, dona Karadecú Tunashi, que nutre uma vaidade excessiva por tratamentos de beleza, bem como cirurgias plásticas.

A peça foi montada em 2011 pela Cia. Teatro do Riso. Em 2014, a comédia promete voltar com nova roupagem com diferentes quadros, piadas e participação de convidados especiais. A temporada contará com os talentosos atores Netho Montalvão, Arthur Cardoso e Nubia Oliveira, como participação especial incorporando a já conhecida ‘Caluda’, da peça ‘Bar Caboclo’. Desta vez, Caluda vem como professora das domésticas. Em ano de eleição, não vai faltar candidato para fazer o povo rir. É o que garante a candidata “Doidinha” para governadora do Amapá. Personagem vivido pelo ator Rafael Nunes.

‘As Domésticas’, além dos conflitos que a cercam, como reivindicações salariais, conflitos entre namorados e familiares, revela um lado forte entre os laços criados através da amizade entre empregada e patroa. Todas trabalham no mesmo prédio localizado na periferia da cidade com um detalhe: todas são felizes como são. Elas  tentam, ao longo da trama, revelar os bastidores das patroas, denunciando-as através de suas atitudes, mas sem deixar de lado suas qualidades.

Ficha técnica :

Elenco

Netho Pereira– Dalvinha
Rafael Nunes – Doidinha
Francisco Ribeiro – Fatinha
Arthur  Cardoso– Maguinha
Nubia da Costa – Professora

Concepção de Luz – Antonio Carlos
Sonoplastia – Abraão Barros
Figurinos e Maguiagem – Cia. Teatro do Riso
Direção Geral – Genário Dunas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *