PF combate fraudes no sistema de crédito de reposição florestal

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (07/08) a Operação Illegal Transfer*, com objetivo de robustecer investigação em andamento nesta Superintendência decorrente da Operação Quantum Debeatur.

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Macapá, Porto Grande e Pedra Branca do Amapari, todos no Estado do Amapá.

A Operação é um desdobramento da operação Quantum Debeatur deflagrada em 2017, que investigou a inserção de créditos de reposição florestal no sistema DOF (Documento de Origem Florestal), e seus irregulares repasses a terceiros, com a participação de servidores públicos do IMAP, inclusive do alto escalão.

Segundo as investigações, nessa fase os alvos são pessoas físicas que, atuando em função de empresas madeireiras, ocultam os créditos florestais e desta forma incorrem em ilegalidade.

Os investigados irão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de falsidade ideológica, organização criminosa e lavagem de dinheiro.*O nome da Operação faz referência às transferências ilegais em cadeia de créditos de
reposição.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7569

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *