PGJ do Amapá acompanha solenidade virtual de recondução do chefe do MPSC

Nesta sexta-feira (9), a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Ivana Cei, acompanhou a solenidade virtual de recondução do promotor de Justiça Fernando da Silva Comin, ao cargo de procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), para o biênio 2021-2023. Ele foi empossado em sessão solene do Colégio de Procuradores de Justiça da instituição, transmitida ao vivo pelo YouTube, com participação de conselheiros do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), de PGJs dos MP brasileiro e autoridades do Estado de Santa Catarina.

Em 2019, Comin assumiu a chefia do MPSC e colocou em prática um plano de gestão focado em inovação, na descentralização das estruturas de combate e investigação à corrupção, na intensificação do combate às organizações criminosas e à lavagem de dinheiro e na utilização da tecnologia para se aproximar ainda mais da sociedade (www.mpsc.mp.br).

O PGJ de Santa Catarina citou avanços na sua gestão e a instituição do Gabinete Gestor de Crise para o enfrentamento da pandemia de coronavírus, destacando a atuação institucional nas mais diversas áreas – saúde pública, educação, consumidor -, e ressaltou a importância da missão do MP brasileiro na garantia da democracia.

“Nessa nova onda, de novos valores e novos princípios, faz-se imperativo a defesa ao regime democrático. Somos todos filhos da mesma Constituição, por isso o Ministério Público de Santa Catarina vai seguir cumprindo a sua missão de ser o porta-voz daqueles que mais necessitam, sem descuidar da defesa do regime democrático, porque são nos momentos de crise que a preservação do estado democrático de direito e das garantias estabelecidas na constituição tornam-se ainda mais indispensáveis à estabilidade da nação”, asseverou Comin.

A procuradora-geral de Justiça do MP-AP parabenizou o PGJ pela recondução à frente do MPSC. “Merecida a recondução do doutor Fernando Comin que tem desempenhado um importante trabalho na sua instituição, pelo seu Estado, e que também reforça a necessidade de uma atuação conjunta dos MPs do Brasil na defesa das prerrogativas constitucionais pelo regime democrático de direito”, manifestou Ivana Cei.

Serviço:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Gerente de Comunicação – Tanha Silva
Núcleo de Imprensa
Texto: Gilvana Santos
Email: [email protected]
Contato: (96) 3198-1616

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *