PGJ do MP-AP cumpre agenda institucional em Brasília (DF)

A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Ivana Lúcia Franco Cei, cumpriu agenda institucional em Brasília (DF), na última segunda-feira (14). Acompanhada das procuradoras-gerais do Ministério Público da Bahia e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Ediene Lousado e Fabiana Costa, respectivamente, a PGJ do MP-AP reuniu-se com o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Mauro Campbell, na sede do STJ. Durante o encontro foram tratados assuntos relevantes para as unidades do MP representadas.

No compromisso seguinte, a PGJ do MP-AP participou, a convite da procuradora-geral de Justiça do MPDFT, no auditório da instituição, da palestra do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, que teve como tema “Combate à Corrupção, Mudança de Paradigma e Refundação do Brasil”.

Durante a palestra, o ministro foi cirúrgico ao definir corrupção como fruto de uma oligarquia sem partido, formada, parte por políticos, parte por empresários e parte pelo poder público, independentemente de partidos. Luís Roberto Barroso também frisou que “o enfrentamento da corrupção possui obstáculos inerentes à cultura e educação do povo, no sentido de que os fins justificam os meios”.

O ministro ressaltou que parte dos conservadores acreditam que a Corrupção é somente das esquerdas, quando a direita também é corrupta, não enfrentando suas mazelas. E por fim, falou da existência da classe de corruptos que não querem ser punidos e os que não querem deixar de ser corruptos. “Diante desse quadro, os corruptos têm como estratégia as mudanças da Lei, para obtenção de prazos mais curtos para alcançar a prescrição, a demonização do MP e captação da imprensa”, destacou o ministro.

“Hoje estamos entre os maiores países corruptos do mundo. Mas acreditamos que a história é a marcha contínua em direção ao bem e à Justiça”, reforçou o ministro do STF. “Não importa o que esteja ocorrendo à sua volta, faça você o melhor que puder”, finalizou Luís Roberto Barroso.

Para a PGJ Ivana Cei, “a palestra trouxe o alento de que não estamos sós; ainda existem pessoas de bem que querem uma mudança comportamental e que o combate à corrupção é uma meta a atingir para o real desenvolvimento da Nação”.

SERVIÇO:

Elton Tavares, com informações do MPDFT
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *