Pimenta (Fernando Canto)

Olha aí, suman@, essa desculpa de esfomeado. Dizem que a nossa Diquinha não tinha um pau pra dar num gato, estava com uma fome daquelas. Por volta de uma da tarde sentiu o cheiro de peixe frito vindo do quintal do vizinho e não contou parada. Debruçou na cerca e largou o papo furado: – Ei, mano, me dá um pouquinho desse teu peixe, tá? É só pra aproveitar esta minha pimenta malagueta…

Fernando Canto 

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*