Piratas da Batucada comemora 38 anos de folia

A minha escola de samba do coração em Macapá, é a Associação Recreativa Piratas da Batucada – ARPB, que comemora hoje, 31, a partir das 20h, na praça Nossa Senhora da Conceição no bairro Trem, seus 38 anos de fundação.

A história do “Piratão” como é carinhosamente chamada por seus brincantes, iniciou a partir do rótulo da garrafa do Ron Montilla, bebida muito consumida em 1962, pelos boêmios e fundadores da escola Jeconias Alves de Araújo, autor dos primeiros sambas da escola, Walber Damasceno Duarte, Zê, Antonio Pinheiro, conhecido como “Pancho”, e pelo Artista Plástico Raimundo Braga de Almeida, o R.Peixe.

No entanto, foi Somente em 31 de março de 1973, a escola teve sua data de fundação e seu nome oficializados, como Associação Recreativa Piratas da Batucada, tornando-se a partir daí maior “papão” de títulos do carnaval amapaense, se eu não me perdi nas contas, foram no total de 14 títulos em 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1993, 1994, 1997,1998, 2000, 2001, 2002, 2004 e 2006…ufa!!! Caso eu tenha esquecido de algum campeonato, refresquem a minha memória aí. Para quem está em Macapá, e gosta dessa escola como eu, prestigiem a escola nessa comemoração e divirtam-se por mim é claro!
Meu comentário: Sou Piratão desde que me entendo por gente. Desfilo na Escola desde 1990, quando o Carnaval ainda era realizado na Avenida Fab. Parabéns aos Piratas da Batucada e ao povo da zona Sul, onde moro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *