Plano de Desenvolvimento Sócio Territorial atende mais de 2 mil pessoas

Os cursos do Plano de Desenvolvimento Sócio Territorial (PDST), oferecido pela Prefeitura de Macapá, está atendendo atualmente mais de 2 mil pessoas dos residenciais Açucena, São José e Mestre Oscar. Para Karen Priscila, coordenadora do PDST no Mestre Oscar, o objetivo é fomentar o empreendedorismo.

“A gestão municipal quer fomentar e construir, por meio dos cursos profissionalizantes, oficinas práticas e teóricas, a possibilidade de geração de renda, empreendimentos econômicos solidários e acesso ao mercado de trabalho, promovendo a inclusão social e econômica de mulheres e demais integrantes de famílias”, explicou Karen.

Além dos projetos sociais (capoeira, futebol, Anjos da Guarda, ballet), os cursos de geração de emprego e renda (artesanato em sandálias, curso de salgadeiro, confeitaria básica, reaproveitamento de garrafas PET, pintura em tecido, design em sobrancelhas e embelezamento de cílios, curso de corte, hidratação e escova, operador de computador) estão promovendo a qualificação desses moradores do residenciais.

Irene dos Santos Gomes, 41 anos, que é moradora do Residencial Mestre Oscar, fez seu curso de panificação e participou pela primeira vez da Feira do Pão. “Achei incrível o curso e agora posso ter uma renda extra para ajudar em casa”, comemorou.

O PDST

Está baseado na promoção da participação social, na melhoria das condições de vida dos moradores, efetivação dos direitos sociais dos beneficiários, assim como a sustentabilidade do empreendimento, de acordo com os seguintes eixos norteadores do trabalho social: mobilização, organização e fortalecimento social; acompanhamento e gestão social da intervenção; educação ambiental e patrimonial. O PDST é uma obrigatoriedade exigida pelo Ministério das Cidades.

Lilian Monteiro
Assessora de comunicação/Semast
Contato: 99903-5888
Fotos: Max Renê

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *