Poema de agora: Alados – Ricardo Iraguany

Alados

A cor vermelha
Do pano
Em pontos desgastados
Neutraliza a frieza
Do tom pastel
Que vai se espalhando
Pelo chão
Da sala vazia
Onde apenas se vê
O sussurro sarcástico
Dos alados
Noturnos.

Ricardo Iraguany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *