Poema de Agora: Amor rebelde – Obdias Araújo

Eu e Jaci, o meu amor – 2013

Amor rebelde – Obdias Araújo

Amar. Verbo de
Primeira conjugação.

Mas isso quem diz
É a gramática
Na sua eterna tentativa
De organizar em fila
Coluna única
As figuras semânticas.

Mas no meu caso
O amar é mais embaixo.
O amor meu é mais rasteiro.
Mais juntinho e portanto
Mais coloquial.

Eu que me entretenho
Roendo com os dentes
Afiados de meu poema
As amarras dos ditames
Gramaticais.

Mascando e
Cuspindo de lado as
Normas mofentas
Da velha escrita.
Que meu amar
Por ti é e será
Sempre assim
O meu poema
:Teimoso.
Chorão.
Apocalítico.
Tsunâmico.

Obdias Araújo

Fonte: blog da Alcinea

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *