Poema de agora: Às rosas (Jaci Rocha)

Às rosas

Todas essas tolices
Que conto às rosas…
Ah! Todas essas divagações.
Misturam-se à chuva da manhã
Que cai.

E faz o orvalho que beija
As coisas todas do jardim.
Nasce um dia branco de fevereiro:
Bem-vindo,dia…

Que anuncia as novas:
O segundo novo, o novo riso,
e até um novo coração!
– Pois, mais que viver,
AMAR é preciso:

é luz que alimenta o jardim da emoção

Jaci Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *