Poema de agora: Carnaval – Marcelo Guido

Carnaval

Momento esperado por muitos.
Vida doce, ar de alegria.
Foliões, brincantes, arlequins e colombinas
Baile eterno,
Amores passageiros
Ilusão Festiva.
Direito Nosso.
Que venha, mas não passe logo.
Que fique guardado na memória
Que seja recheado de glórias.
Que esqueçamos nossas derrotas.
Que seja sempre o melhor de todos.
Somente mais um, nunca o último.
Esbalde-se, esqueça moderação.
Por decreto do Rei, Vossa Majestade Momo.
Seremos uma linda corte de amor.
Até a quarta, quando as cinzas da realidade.
Nos trazem de volta a vida normal.
Viva o Carnaval.

Marcelo Guido

* Marcelo Guido é jornalista, poeta, pai da Lanna Guido e do Bento Guido. Maridão da Bia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *