Poema de agora: Como Charles me via (Pat Andrade)

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*