Poema de agora: Conversas com Manoel – Jaci Rocha

Conversas com Manoel

Gosto de noite de maré cheia
Das ondas batendo à ribanceira
Do vento que uiva enquanto passeia
Das andorinhas que cantam o nascer do verão…

Gosto da tempestade
Da terra que diz do o receber das águas
Das folhas que agitam o renovar da vida
Do galo que canta para trazer o dia…

E gosto da folha que cai, Manoel…
Na macia elegância do fim de tarde
Da garoa tímida que beija a flor
Do dançar das borboletas no ar…

Do respirar macio da Samaúma
E do multicor do arco-íris
Da maré baixa que beija
e descansa a paisagem …

Gosto do acelerado tum tum tum do coração
O espalhar do riso
O silêncio cúmplice entre olhar
Entrelaçar de mãos…

Gosto do som e do silêncio do mundo!
O natural ritmo particular
A natureza expande e sabe sossegar
No mistério calmo de ser essência…

– E desvendar a existência.

Jaci Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *