Poema de agora: Ensaios sobre pequenos encontros com Deus – Jaci Rocha

Ensaios sobre pequenos encontros com Deus

Deus é bondade
É o olho da Zoé depois de uma soneca macia
Ou, um conselho de minha irmã…

Deus é a cor infinita da roseira linda
Que dança neste dia de abril
Pois as flores de abril
gentilmente saúdam o equinócio das águas…

Deus é auxílio a quem precisa,
É nós em nosso mais santo ofício de ser gente
Pessoa, e nessa canoa,
não desistir de embarcar

Mesmo quando sob um bravo mar
For preciso encontrar repouso
Sobre o próprio pouso…

Deus não constrói edifícios e rituais
É aquele menino que ri, encantado
Para o Natal

Pois o presente de Deus
é poder ver Jesus renascer
e a vida (re)acontecer
em cada criança que nasce…

Deus é o gesto, quando faz sua parte
Ação, quando vem da emoção
É pedaço de carne
personificado no abraço do ser amado…

É enlace
Consolo, mar e remanso
Deus não é castigo,
é descanso.

Jaci Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *