Poema de agora: Fico – @ThiagoSoeiro

Fico

Eu fico entre o silêncio
E o som da tua voz
Um ruído novo
Neste mundo de
corações barulhentos

Fico entre os corais
e o teu maxilar
[Desviando todos os meus caminhos]

Ainda que eu desse
a volta ao mundo
Cairia bem aqui
No meio dos teus dedos
Às 18h
De um dia qualquer
Entre o beijo do poema
E o teu coração.

Thiago Soeiro

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*