Poema de agora: Honrosa herança (@idanielsa)

EupapaieMano

Honrosa herança

O homem sabe que não morre
quando percebe a luz e a esperança
emergindo, elevando-se do íntimo
em ânimo perfeito.

O homem sabe que não morre
porque uma chama é acesa,
inaugurando a busca e a certeza
de respostas.

O homem sabe que não morre
porque suas idéias ficam,
e a natureza segue
em seu ritmo cíclico.

O homem sabe que não morre,
principalmente,
quando ele alcança nos filhos
a expectativa concreta
de representação maior
da sua existência.

Ivan Daniel Amanajás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *