Poema de agora: Ipê amarelo – @ThiagoSoeiro

Ipê amarelo – Thiago Soeiro

Aprendi contigo
a geografia dos verões
das saudades que se instalam na gente
em pleno setembro
em ti os amores já
nascem maduros
e se espalham
pelos chãos desta cidade
como em um mapa
secreto de folhas amarelas
sempre amanhecendo
tudo que toca
um árvore
um sonho
este poema.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *