Poema de agora: LUA, LUA – Pat Andrade

LUA, LUA

o dia
bateu a porta
na minha cara
e a noite
rosnou pra mim…
quando achei
que não
me restava
mais nada
veio a lua
e me sorriu
na madrugada.

Pat Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *