Poema de agora: Missão – Jaci Rocha

Missão

Luzes simples
Cheiro de flor
Sussurro de maré
Cafés matinais

Amores reais

Gente…
Quente …
Liberdade de ser
real

Eu pego o preço
Pago um sorvete
Rezo e aceito:
Para mim, viver é assim.

E essa não precisa ser
Máxima existencial
A vida é vida
Mesmo para quem vê diferente

A realidade é o que a gente cria e sente…

Datas e rituais
Pequenas lembranças
Reverenciar o que não tem preço
Nem é quantificável

Ser feliz entre o agora e o insondável…

Ser com o universo
Ainda que nem tudo seja compreensível
Entender que o mistério
Faz parte desse maravilhoso mundo incrível.

Jaci Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *