Poema de agora: Morena (Andreza Gil)

1375636_732056926870095_7492719674386046870_n

Morena

Nasci ali no Igarapé das Mulheres.
Fui criada com a fartura do açaí e camarão.
Filha do Rio Amazonas,
Da sua água barrenta e benta abençoada pelo São José,
Que está na foz sempre protegendo a sua gente.

Minha mãe me criou ouvindo
As poesias de Osmar Junior,
A doce voz de Amadeu Cavalcante
E o samba da Boêmios do Laguinho.

Macapá, teu orgulho maior são teus
Filhos que te amam e cuidam,
Que te fazem viva no Marabaixo e no Batuque,
Dos giros das saias das tuas filhas morenas.

Minha Macapá, és a morena da
Poesia dos teus filhos poetas.
Teu encantamento é a inspiração
Que nele brota,
É o alimento que ele precisa
Para deixar tua história viva
Aos filhos que ainda virão para te conhecer.

Andreza Gil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *