Poema de agora: MUITAS EM MIM – Pat Andrade

MUITAS EM MIM

minha linha
do horizonte
me divide,
me recorta,
me retalha.
não em duas,
mas em várias…

além dela,
sou menina,
sou mulher;
sou Anna
Karenina,
sou a Virgem
de Nazaré.

Sou Matinta,
sou Iara;
sou floresta
e sou mata.

sou Maria Bonita
e Madre Teresa;
sou tempestade
e correnteza.

Pat Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *