Poema de agora: O AMOR COMEÇA – De @PedroStkls1 para @ThiagoSoeiro

11412260_767606923336656_758967855940252220_o-1024x682

O AMOR COMEÇA

devo te dizer que a cor vermelha
cai muito bem nos teus ombros
de quem carrega livros de poesia
caixas que carregam tecidos de palavras
e cristais de versos de um soneto português
devo te dizer que o amor começa
entre a tua sombra de anjo
e os teus olhos acordados de manhã
o teu poder é atravessar o teu sorriso
meu coração marinheiro com esses teus dentes serradinhos
é apropriado te trazer a tua fruta preferida
e morder contigo um pedaço dela
para nos aproximar mais do amor
um sabor recorrente de laranja talvez
mesmo que pôr o sol se pondo dentro da boca
como quem reinventa caminhos e previsões
sobre o amador e a cousa amada
o meu amor por ti começa em um bar na frança em 1940
onde mulheres despidas exibiam seus corpos para retratistas
traços de quem poetiza curvas e frasquinhos de perfumes
acho que aprendi com você a observar as estrelas
suas jornadas e suas mortes celestias
essa tarefa tem haver com encontros noturnos
nós dois deitados sob a grama do parque
pronunciando sonhos e planos
acontece que o amor começou pra gente
quando meu signo é de aquário e o teu é de aires
um justificando a ascendência do outro
o amor começa todo domingo
entre raspas de limão sobremesas filmes e almofadas
é com você que descubro um céu todos os dias
é com você que o amor acontece todos os dias
até onde o amor acontecerá eu não sei
só sei que o que importa é ler contigo
um verso colorir um livro
e dar de cara com o mar a cada vez que vamos dormir
e fechamos os olhos.

Pedro S.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *