Poema de agora: O beijo revolucionário (Pat Andrade)

*Porque recordar é bom e a primavera de avizinha…Era Maio de 1988. O rapaz da foto é um grande cara.A garota da foto sou eu, ardente revolucionária.A foto é da Virgínia (não dá pra lembrar o sobrenome). O lugar é a Esplanada dos Ministérios em Brasília. 

Pat Andrade
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*