Poema de agora: Oito Ilhas – Aline Monteiro – @Alyne_Monteiro (Vídeo e voz de Áquila Almeida – @manudosertao)

OITO ILHAS

Não há luta entre margem e rio
Em doces encontros, água e encosta se beijam
navegam-se noite a dentro
Bailando as ilhas se reconstroem

Mas onde era campo cerrado hoje é rio
e seu gosto doce já não molha a sede das bocas
A boca já não canta novenas de santo

A cidade assoreada já não fala mais
assim que a maré subir…
A cidade já não vê a cidade.

Aline M. – Vídeo e voz de Áquila Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *