Poema de agora: Os escafandristas…(Jaci Rocha)

Os escafandristas…

Deixa aos escafandristas
Aos anjos e equilibristas
O que a gente não consegue ser…

Deixa então
Não precisa ser tão diferente
Nem deixar o peito dormente
é só aquietar…

Eles se amaram à luz do luar
à sombra de um quarto
Eles se amaram em cada ato
E não há pecado em não acomodar…

Disse o poeta “somos quem podemos ser”…
E a minha paz por tanto tempo
Ecoou dentro de você em rima
Que o mais é aprendizado. Ou sina.

Jaci Rocha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *