Poema de agora: Quero Amor – Pat Andrade

Quero Amor

quero o amor
batendo na minha cara,
feito arma que dispara.

quero o amor, batendo no meu peito,
feito relógio com defeito.

quero o amor
batendo em mim,
feito felicidade
sem fim

Pat Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *