Poema de agora: Raízes (Bio Vilhena)


Raízes

Sou da Beira-Rio
Da terra do peixe e camarão
Paraense de nascimento
Amapaense de coração
Tu Amazonas minh’alma
Pra Ver-oPeso do meu amor
Açucenas o meu dia!
Batuqueirando-me de cor

Bio Vilhena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *