Poema de agora: RETORNO – Pat Andrade

RETORNO

depois de tantas
noites sem dormir
esta manhã
me olhei no espelho

por um segundo eu vi
a mulher que eu era
antes de ti

falei suavemente
o meu nome
e lembro vagamente
que consegui me ouvir

me chamei de volta
e bem devagar eu vim

fiz as pazes comigo

aos poucos
estou voltando pra mim

PAT ANDRADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *