Poema de agora: Segunda-feira – Aline Monteiro – @Alyne_Monteiro (Vídeo e voz de Áquila Almeida – @manudosertao)

Uma obra-prima manchada de sangue

Em 1960, Harper Lee publicou um clássico da literaturara norte-americana, um homem inocente era condenado não por sua cor mas pela necessidade da manutenção do outro no topo da cadeia das opressões.
Em 2002, Fernando Meireles lança o filme Cidade de Deus, aclamado pela crítica internacional, um verdadeiro capítulo da nefasta herança colonialista, o nascimento das favelas cariocas. Uma obra-prima manchada de sangue disse Samuel L. Jackson.
Em 2020, um homem negro sem antecedentes criminais é condenado pelo crime de roubo, a prova estava _seguramente_ na cor de sua pele…

Aline M. – Vídeo e voz de Áquila Almeida


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *