Poema de agora: Sintonia – Pat Andrade

SINTONIA

tua boca bonita
se encontra com a minha
e falamos essa língua
do amor em sintonia

tua mão em concha
se encaixa exata
no meu seio
se perde e se acha
em lento passeio

teu colo
me acolhe inteira
relaxo e me deito
no teu abraço
me encaixo, deleito

meu coração bate
mais forte e certo
no lado esquerdo
do teu peito

Pat Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *