Poema de agora: Sonhos


Sonhos

Ela brinca com os meus sonhos
Faz uma bagunça dentro mim
Sabe exatamente tudo o que temo e sinto 
Nesse silêncio em preto e branco e
sem legenda que guardo.

Ela escova meus cabelos
Canta pra eu dormir
Me pega em seus braços
Me faz seu menino
Eu ainda não sei o nome dela
Mas amo ver seus olhos doces
negros 
Que me dão sempre a nítida sensação
que ainda não morri.

Thiago Soeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *