Poema de agora: Timing (@cantigadeninar)

universe

Timing

cheguei três minutos atrasada.
quando vi, já tinha passado.
fiquei na parada
com 2,10 bem trocado
esperando, com o dinheiro na mão,
a próxima condução.

cheguei dois amores depois.
quando vi, já havia findado.
fiquei a sós quando deveria ficar a dois
com um coração machucado
esperando, com a solidão
alguma desculpa ou explicação.

eis que o tempo é feitor de desencontro
cupido às avessas
até além do ponto.
brincadeiras travessas
da eternidade
que testa quem consegue agarrar uma oportunidade.

eis que a oportunidade é noiva em fuga
lua de mel frustrada,
até nasceu uma ruga.
chance alada
da vida
que teima em nunca apresentar a entrada, apenas apressar a saída.

Lara Utzig

Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*