Poema de agora: Tom perfeito – Sabrina Zahara

Tom perfeito

Lá está,
Tudo indica que não sabe nada
Vou aí te mostrar
Cola no meu quadril
No meu tom vem dançar
Arrebenta a sandália.

Sei lá,
De certo, o ponteiro do tempo dispara
Deixa a chuva molhar
Manda nudes da alma
Link que acompanha
Cola na minha calma

Vida!
O tom desse som
É Que não tá certinho?
Vem aqui me mostrar
Faço desse seu jeito
Dois pra lá, dois pra pra cá
E Caio noutro enredo
Todo compasso que você cantar


Eu quero dançar samba…
Mas, Tem ordem nesse caos
Nós não temos segredo
Dois pra lá, três pra cá
Pra toda música que eu cantar
Você é O Tom perfeito.

Sabrina Zahara


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *