Poema de agora: Uma declaração de amor – de Marcelo Abreu para Patrícia Andrade

Poetas Patrícia Andrade e Marcelo Abreu – Foto: arquivo familiar.

Uma declaração de amor

Me farto em favo doce
desse mel hálito.
Do cheiro virgem de tua boca,
salivo o beijo e em teu céu renasço.
Teu carinho me desperta em ter afeto,
O teu cuidado transforma meu eu menino,
em homem ser maduro.

Duvido pois eu encontrar
um outro amor igual,
que me enche de ternura,
com doce afago.
Me encanto em tal estado
de felicidade pungente, 
não quero acordar
desse sonho real,
e me contento
em não gritar à toda gente.

Pois bem dizer, que tenho amor a ela,
que é meu porto seguro,
meu bom lastro;
onde ancoro a minha nau.
E feliz assim em dizer que,
daqui, eu nunca mais parto.

Marcelo Abreu, para Patrícia Andrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *