Poema de hoje

Coração Artificial – For Brena Wanzeler
Queria ter dois corações e dedicar um somente a você
Pois em um somente é impossível guardar mais lembranças
Como farei isso?
Pois o tempo me preencheu de paixões,
Lembranças, amores e momentos
Tristes, felizes e inesquecíveis
Como não é racionalmente possível assim fazer
Deixo a alma artificiar um coração somente para você
A guardarei para todo o sempre…
E intensas lembranças te paginarão sem índices no livro da vida
E ainda sim será fácil te achar…
A hora vai passar de pressa!
E a ilusão levará o irracional para o nada
Deixando as memórias para um punhado de traças
Já no céu, na outra vida, na encarnação
Ou como queira, ali sim
Sim ali!
Sabendo bem ou mal
Serei poeta
Ou melhor
Serei relator da vida que se passa sem parar
Do mais desconhecido fundo do mar
Ao mais infinito anil do céu
Silenciosamente a Literatura falará por si própria
Sem citações,
Ela viverá na alma
E não precisará de relatores
Ou muito menos de argumentos relativos programados por homens
Sinto-me feliz assim e assim sempre serei…
Aqui ou ali, perto de ti sempre estarei….
By Weverton O. Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *