Poema de hoje

Brilho eterno de uma mente sem lembranças
Que sorte tem a inocente vestal!
Esquecendo o mundo e sendo por ele esquecida.
Brilho eterno de uma mente sem lembranças
Toda prece é ouvida, toda graça se alcança
Alexander Pope

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *