Poema de hoje: Poema Ver-o-Peso

Não sei de quem é essa foto do Ver-o-Peso, mas ela é linda.

Poema Ver-o-Peso

Ver o Peso, infinito em opções marcante aos coracões
Sua magia em assim dizer
Faz o sentido acontecer
Pesando,
Guardando,
Marcando,
Um Pará de alegrias,
Acolhedor e apaixonante.
Do inesquecivel Carimbó se faz ali seu porto
De seu peixe com Açaí uma opção ao paladar
Do riberinho sorridente um lugar sempre a lembrar.
Ver o Peso, guardado na memoria de suas idas e vindas
De marés atenuantes e vazantes despertar.
Viva Ver o Peso
Viva Belém
Viva o Pará

By Weverton O. Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *