Poesia de agora: Súbito Poema (@ThiagoSoeiro)

10897907_829380340452222_3877035983327537196_n

Súbito Poema

Emudeço ao inconstante tempo
que hora me faz inverno
hora me veraneia

Das certezas que carrego
uma delas
é que não tenho certeza de nada

Espero o fim do dia
Gosto de ver o escuro nascer

Sou melhor em escrever cartas de desculpa
do que pedi-la pessoalmente

gasto horas remoendo bobagens
guardo tristezas debaixo da cama

Tenho tolices pra dar e vender
sou a favor da verdade bem dita

Tenho medo de desaprender a sonhar.

Thiago Soeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *