Polícia Federal combate fraude em licenças minerais e ambientais

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, 23/02, a quinta fase da Operação Estrada Real, com ações nas cidades de Macapá/AP, Tartarugalzinho/AP e Belém/PA.

Cerca de 20 policiais federais deram cumprimento a seis mandados de busca e apreensão, em virtude de indícios da ocorrência de fraude na emissão de licença mineral e ambiental com a possível participação de servidor público.

Foram alvos da ação órgãos públicos, empresas e endereços residenciais. Entre outros objetivos, a operação visa suspensão das licenças eventualmente concedidas de forma ilegal.

O início dos trabalhos policiais se deu após uma operação realizada pela Polícia Civil do estado do Amapá (Operação Ouro de Tolo), que prendeu mineradores exercendo a atividade em locais que foram alvos da ação de hoje.

Os envolvidos podem responder pelos crimes de corrupção passiva; corrupção ativa; lavra ou extração de recursos minerais sem a competente autorização; além de usurpação de matéria prima da União. As penas somadas podem chegar a 18 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
Instagram: @policiafederalamapa
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7500

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *