Polícia Federal deflagra operação em Oiapoque

A PF foi a campo mais uma vez em Oiapoque/AP, extremo Norte do Amapá, para executar a terceira fase da Operação Quinino*. A ação ocorreu no fim da tarde desta sexta-feira, 16/04, e contou com mais de dez policiais federais que deram cumprimento a um mandado de prisão preventiva e a outros dois de busca e apreensão.

A primeira etapa da Quinino ocorreu no mesmo município, em 11/02 último, com o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão e a dois de prisão preventiva.

Já no dia 03/03, ocorreu a segunda fase, ocasião em que a Polícia Federal cumpriu três mandados de busca e apreensão e outro de prisão preventiva. Além disso, apreendeu diversos produtos e valores em dinheiro de origem criminosa.

O trabalho desta sexta decorre das primeiras investidas da corporação contra organizações criminosas que atuam na fronteira do Brasil com a Guiana Francesa, praticando diversos delitos, tais como: promoção de migração ilegal; tráfico internacional de drogas; de armas; contrabando e descaminho.

Nesta fase, a PF prendeu e encaminhou ao presídio um indivíduo já investigado nas etapas anteriores, que continuou promovendo a imigração ilegal no município, realizando o transporte Suriname e Guiana Francesa para o Brasil.

Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes citados, cuja pena somada alcança 37 anos de reclusão.

*Quinino é o nome do componente de um remédio utilizado no tratamento da malária, doença tropical que acomete muitas das pessoas que se arriscam nessas rotas ilegais, que passam por Suriname, Guiana Francesa e Brasil.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
Instagram: @policiafederalamapa
[email protected] |www.pf.gov.br
(96) 3213-7500

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *