Polícia Federal recupera, por meio de Cooperação Policial Internacional, embarcação roubada na Guiana Francesa

A Polícia Federal efetuou, nesta madrugada (28/06), a prisão em flagrante de 04 (quatro) indivíduos, todos brasileiros, que estavam a bordo de uma embarcação roubada da Guiana Francesa. O trabalho é resultado de atuação em conjunto com a Marinha do Brasil, a Marinha e a Polícia da Guiana Francesa (Gendarmerie), via Cooperação Policial Internacional.

Ontem (27.06.18), por volta das 15h30, Oficiais da Marinha Brasileira e Policiais Federais conduziram 04 indivíduos que teriam sido abordados pela Marinha Brasileira, em águas territoriais brasileiras (próximo à fronteira com Guiana Francesa), a bordo de uma embarcação que teria sido objeto de roubo. O roubo da embarcação (denominada “Arpia”) ocorreu no Porto de Larivot, perto de Caiena (Guiana Francesa) um dia antes da abordagem realizada pela Marinha Brasileira.

Segundo informações repassadas pelas autoridades francesas, o roubo teria sido praticado, a mão armada, por 09 indivíduos.

Na ocasião do roubo, a embarcação estava sob a custódia das autoridades francesas, por ter sido apreendida dias antes em decorrência da prática de pesca ilegal em águas territoriais da Guiana Francesa.

A Polícia Francesa e as Forças Armadas daquele país teriam rastreado a embarcação se dirigindo rumo a águas territoriais brasileiras, motivo pelo qual acionaram, via canais de cooperação internacional, a Marinha Brasileira e a Polícia Federal.

Após contatos com as autoridades francesas, a Marinha Brasileira localizou e interceptou a referida embarcação já em águas territoriais brasileiras (divisa da Guiana Francesa com Brasil – próximo a foz do Rio Oiapoque).

Um inquérito policial foi instaurado para apurar os crimes de receptação, contrabando e associação criminosa, bem como a eventual participação dos indivíduos presos na prática do roubo da embarcação.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7569


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *