Polícia Federal reprime invasão de terras

 

Na manhã desta sexta-feira, 26/02, a Polícia Federal, em ação que contou apoio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), deflagrou a operação Retomada*.

O objetivo é cumprir determinação judicial para remoção de pessoas em um assentamento ilegal dentro de área de preservação permanente. O local fica no entorno da Rodovia AP 070, na capital do estado do Amapá.

Ao todo, 15 policiais federais participaram da operação que, além de remover as pessoas ali instaladas irregularmente, ainda cumpriu dois mandados de busca e apreensão. Os trabalhos realizados hoje tiveram início a partir de denúncias feitas aos órgãos de fiscalização.

Os envolvidos podem responder pelos crimes de invasão de terras públicas e de destruir ou danificar floresta nativa com proteção e conservação previstas em lei. A pena somada para esses delitos pode chegar a quatro anos de reclusão.

*Retomada refere-se ao ato da deflagração da operação policial para repelir a ocupação ilegal.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá
Instagram: policiafederalamapa
[email protected] | www.pf.gov.br
(96) 3213-7500

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *