Povo de Calçoene elege prioridades através de PPA

Foto: Márcia do Carmo.  
A universalização dos serviços de saneamento e abastecimento de água, assim como a melhoria do Ensino Modular, a finalização da construção de escolas e a geração de emprego para jovens estão entre as principais demandas apresentadas pela população de Calçoene, na região norte do Estado, na primeira escuta popular do Plano Plurianual Participativo. O encontro foi realizado na sede do município na segunda-feira, 2, na Escola Estadual Amaro Brasilino Farias Filho, com a participação de 300 pessoas.

Com a presença do governador Camilo Capiberibe e de representantes dos órgãos públicos estaduais, o PPA Participativo recolheu as demandas do município para planejar o orçamento e as ações do governo estadual para os próximos quatro anos.

As demandas também incluem energia elétrica para a região, investimentos em segurança pública e para o escoamento da produção agrícola, pavimentação de ramais que dão acesso às comunidades e projetos de manejo florestal.

A reunião, que aconteceu durante todo o dia, contou com a participação da população de Calçoene e representantes das comunidades do Lorenço, Juncal, Cunani, Carnô, Irineu, Calafati, Goiabal e Ilha Grande.

“Foi um momento ímpar, ter o povo junto com o governador escolhendo as prioridades para o município. Precisávamos dessa mudança, que a população pudesse escolher o que é mais importante”, avaliou a vereadora Maria Ivani Matos.

Para a irmã Cleuci Trindade, da Pastoral da Criança, a participação popular é fundamental para que os investimentos públicos atendam as necessidades do município e não somente os interesses de algumas pessoas. “Com a participação de todos, vamos verificar que, ao final dos próximos três anos, os resultados do que o povo escolheu serão bons para todos e não apenas para um grupo”, ressaltou, afirmando que a população também deve fiscalizar a execução das prioridades que serão consolidadas no PPA Participativo.

O PPA é uma exigência legal que definirá como o Poder Executivo vai trabalhar em benefício da população e para o desenvolvimento socioeconômico do Estado nos quatro anos da gestão de Camilo Capiberibe. Após escutar os cidadãos dos 16 municípios do Amapá, o plano será encaminhado para a apreciação dos deputados da Assembleia Legislativa (AL/AP). Só ao final desse processo, em agosto, é que o governo estadual elaborará o seu orçamento.

“Estou feliz de estar aqui e poder ouvir a população de Calçoene. O PPA participativo é o nosso plano de trabalho para os quatro anos de gestão. Assim como o povo nos elegeu e decidiu pela mudança, estamos aqui para saber os anseios do cidadão”, destacou o governador.

“Não estamos aqui só para ouvir quem nos apoiou a campanha política. Viemos escutar a todos, porque governaremos para o povo. Hoje começa o nosso processo de participação popular no governo. Queremos que os munícipes de Calçoene e de comunidades próximas nos digam suas prioridades e também precisamos identificar as possibilidades desta região. E com muita transparência, pois vocês poderão acompanhar tudo no site do governo”, pontuou Camilo Capiberibe.

Para o governador, essa é a melhor forma do cidadão se aproximar dos gestores. “O PPA nos proporciona o diálogo e ajuda na apuração da demanda de cada região. Esses encontros nortearão o governo, para que trabalhe de forma integrada com as prefeituras para melhorar a vida nos municípios do Estado”, disse. Camilo Capiberibe afirmou que atenderá aos pedidos dos cidadãos de Calçoene dentro das possibilidades do governo estadual.

O titular da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Tesouro (Seplan), responsável pela produção do PPA, Juliano Del Castilo Silva, ressaltou que a realidade orçamentária e financeira do Estado também será levada em consideração na elaboração da proposta final do plano. \”O nosso maior desafio é conseguir equilibrar a imensa demanda da sociedade amapaense com a realidade financeira e orçamentária do Estado. O orçamento precisa ser debatido com a participação da população, mas não podemos gerar falsas expectativas”, ressaltou.

Durante o encontro com a comunidade, os secretários de Estado também tiveram a oportunidade de responder diretamente à população sobre algumas demandas do município, como a secretária de Educação, Miriam Corrêa, que elucidou questões sobre obras de Escolas na região.

Outras medidas que o governador prometeu tomar foram a regularização da situação de abastecimento de energia elétrica, junto a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) e de água potável, com a Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa), além da manutenção em ramais que dão acesso à algumas das comunidades.

“Nestes primeiros meses, temos trabalhado para organizar o governo. Herdamos dívidas da gestão passada que nos impediram de fazer mais, mas mesmo assim, estamos conseguindo resgatar recursos, concluir obras e firmar convênios. O PPA visa caminhos maiores, norteará o que podemos fazer em cada região, respeitando as peculiaridades de cada uma. Com este plano, nossa equipe técnica vai poder trabalhar e planejar as ações do governo”, finalizou o governador.

Além do governador e sua equipe, participaram da solenidade a prefeita de Calçoene, Maria Lucimar Lima, vereadores da cidade, representantes de associações de classe, sindicatos, agricultores e centenas de munícipes.

Próximo encontro

O município de Amapá, na região dos Lagos, será a próxima parada do PPA Participativo 2012-2015, nesta sexta-feira, 6. A escuta popular vai acontecer na Escola Estadual Vidal de Negreiros, a partir das 9h. O cidadão amapaense também pode encaminhar propostas ao PPA Participativo pelo site www.ppaparticipativo.ap.gov.br.

Elton Tavares (Gabinete do governador) e Fabrício de Paula (Seplan) – Assessores de comunicação
Secretaria de Estado da Comunicação Social
Compartilhe isso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*