PPA é realizado pela primeira no município de Amapá e moradores participam dos debates


No município de Amapá, pela primeira vez o Plano Plurianual Participativo – PPA foi discutido com a comunidade e representantes de categorias e população se reuniram na Câmara de Vereadores no último final de semana. As prioridades de 2018 à 2021 foram elencadas pelos presentes, e serão transformadas em Projeto de Lei que será apreciado pelos vereadores e seguirá para sacionamento do Poder Executivo Municipal. As principais reivindicações foram relacionadas à infraestrutura, educação, prestação de serviços por empreendedores locais e atualização salarial de servidores efetivos.

A expectativa por parte da população e gestores foi positiva, e participar do debate que vai nortear as prioridades na aplicação de recursos foi abraçada e compreendida. “Eu tenho 62 anos, e é a primeira vez que o povo é chamado para participar da gestão, dar opinião, e isso é louvável, temos que aproveitar”, disse Edmilson Figueiredo, da Amapesc. Para a vereadora Iva Almeida, “as lideranças são porta-voz do povo, e têm a oportunidade de representa-los nesta oportunidade de mudança, junto com a Prefeitura e Câmara de Vereadores”.

O Plano Plurianual Participativo (PPA Participativo) é um instrumento da democracia garantido pela Constituição Federal, onde o povo pode participar com opiniões e propostas para a elaboração do conjunto de políticas públicas de governo, que define metas baseado nas prioridades para os próximos quatro anos. Em Amapá, as dinâmicas do PPA Participativo foram elaboradas por secretários do Governo municipal com o suporte técnico do Sebrae/AP, com base nos fundamentos das diretrizes do Plano.

Presentes na Câmara de Vereadores, representantes de comunidades e distritos, como Piquiá e Sucuriju, de empresários locais, agricultores, igrejas, pescadores, profissionais da educação, de servidores municipais, e moradores, que fizeram suas reivindicações e deram opiniões, sobre as dificuldades e realidade em que vivem. Acesso a ramais, tabela para pescado, projetos para juventude, humanização no atendimento em órgãos públicos, Plano de Cargos e Carreira, Universidades, limpeza, passarelas, educação, irão entrar no documento que será formulado para apresentação na Câmara de Vereadores.

Para o prefeito Carlos Sampaio a responsabilidade para que o Amapá volte a desenvolver é de todos, por isso está chamando o povo para as discussões do PPA. “Temos sete meses de mandato na Prefeitura, e já conseguimos mudar algumas situações que há anos estavam travadas, como a instalação de universidades públicas, valorização dos empreendedores locais, negociação da municipalização da iluminação pública, resgate de crédito para assinatura de convênios com o Governo do Estado, entre outros benefícios, mas ainda falta muito, e para isso, precisamos de todos contribuindo”.

Na ocasião, os secretários municipais fizeram um balanço das ações de suas pastas, e mostraram os avanços e melhorias nestes meses de gestão. Ramais, pontes, ruas, atendimento, serviços que foram melhorados fizeram parte da apresentação comparativa do antes e depois, e abriram as perspectivas para novas mudanças no município. “É visível a mudança desde o início do ano, estamos apostando neste modelo de gestão, com a nossa participação e resolvendo problemas que podem parecer pequenos, mas que têm importância fundamental em nossas vidas”, finalizou o morador ElilsonArruda.

Mariléia Maciel
Assessoria de Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *