PPI 22/23: mais de 500 beneficiários de recria de camarão ganham energia solar

O Governo do Amapá está inovando nos materiais de fomento do Programa de Produção Integrada de Alimentos (PPI), safra 22/23, que compõe o kit de recria de camarão. Este ano, um dos itens são painéis solares, que cada uma das mais de 500 famílias do arranjo de camarão receberão junto com os demais componentes.

Os investimentos do PPI, que é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), somente com a aquisição dos painéis solares, somam mais de R$ 10 milhões e atenderão 21 associações nos municípios: Macapá, Santana, Mazagão, Laranjal e Vitória do Jari.

De acordo com o secretário em exercício da SDR, Fábio Santos, o item é o diferencial nesta ação do programa porque vai possibilitar aos produtores, a chance de poderem acondicionar melhor suas produções e também dar uma melhor qualidade de vida nas comunidades.

“Conseguimos avançar no PPI em vários aspectos e um deles é levar energia para a residência dos produtores. O produtor poderá conservar sua produção e dará, também, uma comodidade ao trabalhador e sua família, que poderão usar uma televisão, congelar alimentos e outros benefícios”, destacou.

Com o início das entregas dos fomentos, cerca de 125 famílias já foram beneficiadas com o kit de energia solar nos municípios de Mazagão e Santana.

Uma das contempladas foi a produtora da comunidade de Nova Liberdade da Cachoeirinha, na Ilha de Santana, Jucirema Barbosa. Ela falou sobre como a energia solar ajudará na melhoria de renda dos beneficiários.

“Vamos ter um desenvolvimento econômico muito grande, pois, essa oportunidade de receber os materiais e junto a energia solar nos dará a chance de podermos congelar nosso produto, que é o camarão, e, assim, teremos a conveniência de levar diretamente ao consumidor e desta forma teremos uma maior renda”, declarou.

Já outro beneficiário, Cesário da Silva, morador da localidade de rio Curuçá, em Mazagão, falou da satisfação em conseguir o benefício da energia solar.

“Isso trará muitas melhorias. Agora poderemos guardar nosso alimento, produção e mesmo assistir uma televisão. É algo muito bom. Só podemos agradecer e já que agora teremos uma maior chance de ganhar uma renda muito maior”, disse.

Este ano o PPI Safra 22/23 está atendendo mais de 3 mil famílias em 15 municípios, com um investimento total de cerca de R$ 70 milhões, que é considerado o maior montante na agricultura familiar do Amapá.

Entregas

As últimas entregas ocorreram nas localidades de Nova Liberdade da Cachoeirinha e Rio Curuçá, onde foram beneficiadas 100 famílias, sendo 50 com recria de camarão e 50 com manejo de açaí em cada comunidade.

Os investimentos nas comunidades somam mais de R$ 2,5 milhões, com todos kits completos de ambos os arranjos.

As próximas entregas do programa ocorrerão no arquipélago do Bailique.

Serviço:

Texto: Weverton Façanha
Fotos: Halanna Gama
Assessoria de comunicação do Governo do Amapá

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.