Pra te ver passar – A poesia musicada de Bruno Muniz

Pra te ver passar (Bruno Muniz)

Mas eu queria te falar uma coisinha:
eu não costumo me entender com a solidão,
e se você quiser sair,
eu posso não querer ficar;
é coisa minha, assim,
não gosto de chorar.

Mas se o acaso um dia te trouxer pra mim,
conte à certeza que eu vou estar aqui,
posso não ser do mesmo instante,
do mesmo sol que eu era antes,
mas o amor, eu sei, não cala de esperar.

Então a gente fica assim sem nem ficar,
eu posso até fazer de conta e nem ligar,
mas você sabe, meu amor,
meu jeito tanto de gostar,
e vez em quando eu volto pra te ver passar.

Pra te ver passar

*A música é baseada em um poema “Se não era pra ser, do livro “Cem versos putos sobre mim”, de Bruno Muniz.

  • Avatar

    Meu grande amigo, Bruno Muniz, talentoso e sensível. Você tem um rio que corre nos seus olhos e um coração que bate por todos os poros. Sempre torcendo por você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *