Praça de Macapá terá dia de batalhas para descobrir os três melhores MCs do Amapá

Por Caio Coutinho

A etapa estadual do Duelo Nacional de MCs vai escolher os três melhores rappers para representar o Amapá nas próximas fases do evento. A disputa estadual acontece no sábado (10), a partir das 16h, na Praça da Bandeira, no Centro de Macapá.

A organização, feita pelo grupo Batalha da Bandeira, explica que são 16 artistas participantes da competição no sábado. Eles foram selecionados no dia 15 de julho, após quatro fases: pré-seletivas, seletivas, eliminatórias e final.

São nove rappers de Macapá, quatro do município de Santana e três de Laranjal do Jari.

De acordo com o presidente da Batalha da bandeira, André Yuri Gomes, o “Bruxo”, o campeonato de rap funcionou numa espécie de “pirâmide base”, onde estavam as batalhas periféricas, que aconteceram semanalmente, nos três municípios.

“Essa é a segunda edição do confronto estadual no Amapá e é a primeira vez que conseguimos trazer a etapa regional para o estado, que será em outubro, pois a gente mostrou estrutura e organização. A batalha da bandeira foi a primeira organização aqui no Amapá e já acontece há 5 anos”, explica Bruxo.

O evento também terá apresentações de artistas convidados: Yanna MC, Lado Sujo da ZN, Modum, Jotaerre MC e os DJs Insane, Lobotomy e Ian Lucas.

Regras

Para encarar a disputa e se destacar, o presidente da Batalha da Bandeira detalha que é necessário seguir regras e não deixar de lado a criatividade e o respeito.

“Há regras, não pode ser incoerente nas rimas. A gente tem que lutar pelo ideal do rap, que é igualdade e respeito acima de tudo. São totalmente inaceitáveis comentários homofóbicos, machistas e xenofóbicos e qualquer coisa que venha denegrir a imagem do próximo. Os MCs podem se atacar, mas sem fugir das regras”, finaliza.

Serviço

Etapa estadual do Duelo Nacional de MCs
Dia: 10 de agosto (sábado)
Local: Praça da Bandeira (Av. FAB, entre as ruas General Rondon e Eliezer Levy – Centro)
Hora: a partir das 16h
Entrada gratuita

Fonte: G1 Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *