Prefeito de Macapá solicita inclusão de profissionais da educação no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19

O prefeito de Macapá, Dr. Furlan, cobrou do ministro da Saúde Eduardo Pazuello, inclusão de profissionais da educação no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19, durante videoconferência realizada nesta quinta-feira, 14.

“Estamos planejando o retorno das aulas em Macapá no modelo hibrido, on-line e presencial, precisamos dar uma atenção especial aos profissionais da educação que estarão com nossos jovens e crianças”, disse o chefe do executivo municipal.

Após o debate de todas as medidas necessárias, com as instituições envolvidas, a PMM irá trabalhar na liberação da modalidade.

Durante a videoconferência, que contava ainda com a participação de prefeitos e secretários de saúde de outras capitais, o Ministério da Saúde informou que se houver a liberação pela Anvisa, o lançamento da campanha nacional de vacinação contra a covid-19 será na próxima terça-feira, 19, e o começo da vacinação no país no dia seguinte, 20 de janeiro.

Dr. Furlan falou da necessidade de imunizar a população da capital. “Macapá concentra a maioria da população do estado e moradores de outros municípios circulam diariamente por aqui, precisamos ter uma atenção especial com a cidade”, pontuou.

Imunização na Capital

A prefeitura de Macapá está preparada para iniciar a imunização, com insumos, como EPIs (equipamentos de proteção individual), seringas, agulhas; salas de vacinação; e equipes de saúde capacitadas. “Já existe um histórico no município de realização vacinal, então estamos preparados, tanto com as equipes das salas de vacinação, quanto com as equipes de Estratégia de Saúde da Família”, ressaltou o subsecretário de vigilância em saúde de Macapá, Sandro Mendes.

Secretaria Municipal de Comunicação Social

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *