Prefeito monitora ações contra alagamentos

12814531_854180408025533_1149428053645085378_n

A Prefeitura de Macapá tem feito constantemente a limpeza de galerias de escoamento de águas pluviais, mas por conta das chuvas que têm caído nos últimos dias na região, as ações foram intensificadas nesses locais, como prevenção aos possíveis alagamentos. Nesta sexta-feira, 11, o prefeito Clécio Luís e equipes da Defesa Civil Municipal, Obras e Limpeza Pública acompanharam os serviços em trechos dos bairros Santa Rita e Beirol.

Durante o monitoramento, prefeito e equipe constataram mais uma vez que os alagamentos são provocados pelo aterro de áreas de ressaca, acúmulo de lixo arrastado pelas chuvas, além do comportamento incorreto de moradores. No Santa Rita, onde a prefeitura executou serviços de drenagem, microdrenagem, terraplenagem e pavimentação em sete vias, técnicos identificaram no fim da Rua Orlando Pinto que uma espécie de tampa foi colocada na entrada do canal, impedindo a vazão da água e provocando o alagamento da última quinta-feira, 10.

10360337_854180441358863_6107875606494603146_n

Clécio Luís lembra que, mesmo com poucos recursos e equipamentos, a prefeitura tem garantido a limpeza da cidade, mas a população tem que fazer a sua parte. “Nessas vias do Santa Rita, onde moradores sofriam há mais de 20 anos com os alagamentos, a prefeitura fez um serviço de drenagem conectando com os canais de vazão natural da água. Neste trecho da Santa Catarina, por exemplo, o alagamento aconteceu pela intervenção incorreta de um único morador que prejudicou um bairro inteiro”.

A autônoma Renilda Almeida recordou os prejuízos causados pelos alagamentos por pelos menos 20 anos e disse que a vida melhorou após os serviços da prefeitura, sobretudo, em período chuvoso, e reconheceu que o cidadão deve ter sua parcela de contribuição para a manutenção dos serviços. “Lembro quando na outra gestão o técnico vinha aqui no canal tirar a água com uma bomba e não resolvia o problema. Clécio fez e acabou com a nossa preocupação, cabe a nós fazermos a nossa parte”.

IMG_8767

No canal do Beirol, trecho que vai da Feliciano Coelho ao bairro Pedrinhas, o prefeito acompanhou o serviço que iniciou no fim de fevereiro e se estende neste período de inverno, com a desobstrução de drenagens. Na Avenida Desidério Coelho, os técnicos identificaram que o armazenamento incorreto de resíduos de uma obra foi levado pela chuva, entupindo os bueiros. Em diálogo com os moradores, Clécio reforçou que é preciso a colaboração de todos, não jogando lixo nas ruas e nos canais.

“Quando falamos em limpeza urbana, o cidadão precisa entender que ele também é responsável. A prefeitura não se exime de seu trabalho e realiza os serviços constantemente, sobretudo, neste período para minimizar os problemas causados pela chuva, que comumente acomete a capital, mas é indispensável que a população entenda que sua colaboração é importante para manter o bem-estar da comunidade em geral”, alertou o prefeito.

IMG_8749

Desde fevereiro, equipes da Defesa Civil Municipal mantêm o monitoramento diário das áreas de risco e possíveis pontos de alagamento na capital neste período chuvoso. Os serviços de limpeza e desobstrução de galerias pluviais continuam em outros pontos da cidade.

Veja como você pode ajudar a prevenir alagamentos:

– Não jogue lixo, móveis ou entulhos nos córregos; não obstrua bueiros, canos ou bocas de lobo; não obstrua a vazão natural das águas no esgoto; não jogue aterro em áreas impróprias, não jogue lixo nas ruas, pois eles irão para os canais;

– Se identificar que próximo a sua casa ocorre ou haverá alagamento, entre em contato imediato com a Defesa Civil Municipal (98802-8378) ou ligue para o Corpo de Bombeiros (190).

Fonte: Diário do Amapá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *