Prefeitura de Macapá realiza Live de Lançamento dos livros da Coleção Letras de Ápacam

A Prefeitura de Macapá, por meio da Fundação Municipal de Cultura, realizou nesta segunda-feira, 28, uma Live de lançamento dos livros do projeto literário “Letras de Ápacam”, idealizado e coordenado pelo poeta Joãozinho Gomes e pelo sociólogo João Milhomem. O projeto tem o objetivo de editar e reeditar as obras dos poetas-pioneiros, da chamada primeira e segunda geração, classificados como poetas modernos do Amapá.

“É um momento de felicidade, onde relembramos obras de grandes escritores amapaenses, resgatando assim um pouco da nossa história. Parabenizo os coordenadores do projeto pela iniciativa, desejando muito sucesso, pois nossa Macapá merece. Hoje, nosso acervo literário ganha muito com essa linda coleção. Fico imensamente grato em poder fazer parte dessa realização por meio da Prefeitura de Macapá”, disse o prefeito Clécio Luís.

Entre os poetas que tiveram suas obras reeditadas estão Isnard Lima, com a obra Seiva da Energia Radiante; Alcy Araújo, com Autogeografia e Ave-Ternura; Manoel Bispo, com Obras Reunidas; Ivo Torres, com Love and Love e Cantigas do Meu Retiro e Sermão de Mágoas e trovas do poeta Arthur Nery Marinho. Entre os escritores homenageados apenas dois estão vivos, o escritor Manoel Bispo e Ivo Torres, que também prefaciou a obra juntamente com o escritor e sociólogo Fernando Canto. Desse modo, a prefeitura entrega à comunidade literária e a toda comunidade amapaense mais um valioso documento literário da sua história.

“Estou muito feliz com esse trabalho. É muito gratificante ver a valorização de uma obra minha e de dois grandes amigos que já partiram, mas deixaram um grande legado para a literatura amapaense. Tenho orgulho de fazer parte disso e sendo o único poeta vivo entre os autores, desfrutando em vida deste momento”, relatou o escritor Manoel Bispo.

Na ocasião, Alcilene Cavalcante, filha do saudoso escritor Alcy Araújo, aproveitou para agradecer e falar do sentimento de ver o projeto sendo realizado. “Desde o primeiro dia em que tomamos conhecimento sobre o projeto, ficamos muito emocionados, e mais ainda quando vimos a execução que foi feita com tanta perfeição. Só temos a agradecer por manter essa obra viva, sempre relembrando o grande legado que o nosso pai Alcy Araújo deixou para a literatura amapaense”, disse.

No evento, estiveram presentes os escritores José Pastana, Fernando Canto, Paulo de Tarso, Joãozinho Gomes e João Milhomem.

Secretaria de Comunicação de Macapá
Kelly Pantoja
Assessora de comunicação
Fotos: Cleito Souza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *